September 25, 2017

Please reload

Posts Recentes

POESIA - 1º COLOCADO: "Quando preciso ser forte, preciso ser fraco"

November 9, 2017

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Vontade de Inexistir

May 13, 2016

 

Olá pessoas, a Paz!

 

        Então, abaixo, uma reflexão de um pensamento que me veio a mente esses dias. Sobre aqueles momentos em que você olha pra si, e não vê muita coisa boa, parece que só quer desaparecer. Abaixo da digressão, uma pequena explicação melhor do que entendo do que escrevi. Espero que faça sentido.

 

Vontade de Inexistir

 

Inexistência

Às vezes ela é tão atraente...

O que fazer, como reagir

Quando você olha pra si

E só consegue enxergar o erro

O erro pelo erro

O erro quando tenta não errar

O erro no silêncio, erro na fala

Erro no fazer e erro na omissão

Ah, como eu erro

Afaste-se de mim, meu eu!

Com uma presença tão vil,

Seria então melhor a minha ausência desta terra?

Porque, porque, oh carne, me levas a escuridão quando eu desejo a luz

Mas aí eu olho melhor e choro

Porque se sou levado pelo escuro

Então na verdade eu, ou um não-eu, quem sabe um impostor

Gosta muito disso...E isso me dá medo

Medo de quem eu sou, de quem eu quero ser, do que faço e do que quero fazer

O vazio, o silêncio

Às vezes soa melhor que o conteúdo

Existir ou não existir?

Nessas horas, só quero sumir, pelo menos por um tempo, pra ver se tudo isso passa

 

Mas não desisto ainda

No meio do medo de mim, do desejo de acabar tudo pra deixar de ser assim

Encontro nos olhos de alguém que me vê melhor que eu

Esperança para o fim do escuro

Vem e acende a luz

Planta o bem onde só vejo mal

Nasce sentido onde há confusão,

Livra-me de mim

Pra onde fugirei? Onde estiver, ali estarei eu

Mas tira o medo de mim, me muda e faz crer

E olho pra mim, ainda com medo, mas também com Esperança

Encontro Graça pra me perdoar

E Esperança pra acertar

Vou ao encontro da graça, superabundante graça

E a Esperança de que o que temo, já não mais seja

Mas que Ele seja em meu ser

E aí, tudo muda

E n’Ele, como diz o poeta do porto¹, sou mais do que sou

Então olho,

Vejo o que sou, e que era, e que vai ficando para trás,

E no horizonte vejo a luz resplandecente da Grande Estrela

Que me mostra dia a dia, na sombra de uma Cruz, quem eu realmente sou

 

-------------

 

"Por amor do teu nome, Senhor, perdoa a minha iniqüidade, pois é grande"
Salmos 25:11

 

        Então, nesses dias tenho visto cada vez mais meus pecados...tenho lido alguns livros sobre humildade ("O Poder da humildade" de Steve Gallagher e "Humildade - A beleza da Santidade" de Andrew Murray) e também um sobre a plena santidade e perfeição bíblica (Sê perfeito de Andrew Murray)... É incrível o como, quanto mais estudamos e refletimos sobre o caráter de Deus revelado na Bíblia e sobre as suas instruções de como nós devemos ser, mais claramente o nosso pecado é visto. E quão horrível ele é! É mais ou menos o que acontece logo antes de enxergarmos a Cristo, aquele vislumbre de quão maus somos e o quanto de fato merecemos sermos punidos pelos nossos pecados... E é nesse estado de espírito que conseguimos perceber e receber a Maravilhosa e Superabundante Graça de Deus.

 

"[...] mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça"
Romanos 5:20

 

           É mais ou menos isso o que refleti nessa digressão acima, poxa, quão pecador eu sou, quão orgulhoso, quão mau! De fato, você só percebe o quanto é tendencioso ao mal quando se esforça pra fazer o bem, a vontade de Deus...Por isso,às vezes bate aquele sentimento de "minha vida não vale a pena", " eu não faço falta", "eu faço tudo errado, ninguém precisa de mim". Mas, mesmo assim, mesmo uma parte disso sendo verdade, ainda há esperança em Cristo. N'Ele, podemos deixar o que somos, e receber a essência divina, que nos faz dignos de estar com o Senhor, tudo pelos méritos daquele que derramou o seu sangue na cruz; e por meio dela, é revelado dia a dia quem realmente somos nE'le, somente n'Ele. Clamemos pois a Ele, para que junto do sentimento de impotência em nós mesmos, venha também o sentimento e certeza de que, mesmo em nossa miséria, Deus pode, por sua grande misericórdia, ser forte, santo e perfeito em nós!

 

--

 

por Alan Keuce

 

"Seja alguém de quem o mundo não é digno"(paráfrase Hb.11.38)

 

Poeta do porto¹: Referência a música Esperança de "Os Arrais"; arrais significa "aquele que comanda um barco"

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now