September 25, 2017

Please reload

Posts Recentes

POESIA - 1º COLOCADO: "Quando preciso ser forte, preciso ser fraco"

November 9, 2017

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

The Walking Dead e a Luta pela Vida

February 10, 2016

 

 

Olá pessoas, a Paz!

          Então, a Conexão de hoje será a primeira a falar sobre uma série. Como vocês já devem ter percebido, a série de hoje é “The Walking Dead”, e foi uma sugestão de um amigo, missionário da missão N’Ativa junto comigo, o Matheus Cardoso (se você também quiser enviar uma ideia de Conexão, clique no menu Envie suas Ideias acima ou copie e cole esse endereço no seu navegador: http://ideiasquevoam.wix.com/blog#!envie-suas-ideias/c24vq). O Matheus deu muitas ideias de possíveis conexões para The Walking Dead e a doutrina cristã, e de fato há muitas lições que se pode tirar dessa série, mas a que falaremos hoje é: The Walking Dead e a luta pela Vida”. Primeiro, como sempre, um breve resumo da série:

 

        The Walking Dead se passa nesta terra num tempo pós-apocalíptico, quando um vírus que transforma as pessoas em zumbis (mortos-vivos que continuam se movendo sobre a terra e seguem apenas o instinto básico de se alimentar) se espalhou e contaminou a esmagadora maioria da população mundial, restando apenas pequenos grupos sobreviventes de humanos, que aprendem a (sobre)viver em meio aos mortos-vivos, chamados por eles de “caminhantes” ou “mordedores”. A série gira em torno de Rick, um ex-xerife, sua família e as pessoas com quem ele forma grupo a fim de continuar vivendo.

----

 

         A conexão que gostaria de ressaltar hoje é justamente essa relação entre os vivos e os mortos, e como os vivos, que são a minoria, devem se esforçar para permanecerem vivos, mesmo rodeados de mortos. Então, vamos por partes.

 

O vírus…

 

          Pra começar, pensemos no vírus. Na série, o vírus age tirando a consciência dos homens, matando sua humanidade e fazendo-os existir apenas para satisfazer apenas seu instinto de se alimentar. Em relação à bíblia, podemos fazer um paralelo com o pecado, que deturpa a natureza do homem, criada por Deus, transformando-o em um ser corrompido e morto, impedido de experimentar a santa, gloriosa e inefável¹ Presença do Criador.

 

“o salário do pecado é a morte” Rm 6.23

 

 A Abrangência…

 

        Depois, pensamos na abrangência desse mal sobre a humanidade. Na série, o vírus atinge quase que a totalidade da população², sendo que alguns conseguiram fugir de serem contaminados, e esses lutam para sobreviver. Quando olhamos para a bíblia, vemos que

 

 “todos pecaram e estão separados da glória de Deus” Rm.3.23

 

           Se formos colocar de forma objetiva o que isso quer dizer, vamos ter um cenário muito semelhante ao de The Walking Dead: milhares de pessoas com aparência de vivas, fazendo coisas que pessoas vivas fazem (andam e comem, por exemplo), porém, na realidade são como zumbis, mortos-vivos. O homem, que foi criado para ser imagem e semelhança de Deus, perdeu isso a partir do pecado de Adão, e vive uma sub-vida, se comparada à que era destinado a ter ao lado do Senhor.

 

Os sobreviventes…

 

           Na série, os sobreviventes são pessoas que não foram contaminadas pelo vírus. Porém, quando falei sobre o pecado e sua abrangência, ficou claro que não há esse tipo de sobrevivente entre os humanos: todos pecaram e, por isso, todos morreram, estando separados da Vida de Deus. Sendo assim, os que tem a Verdadeira vida, entre os homens, não são os que nunca pecaram, mas sim os que estavam mortos em seus delitos e pecados e foram vivificados por Cristo, quando entenderam e receberam o seu sacrifício, que levou seus pecados ao morrer na Cruz. Assim, não são os que vivem melhores que os que estão mortos, mas simplesmente foram atingidos pela Vida que vem de Deus, foram “tornados Vivos”.

 

"[...]pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus."

Romanos 3:23,24

 

A LUTA PELA VIDA

 

Vigilância…

 

            Em The Walking Dead, os sobreviventes precisam estar constantemente vigilantes para que não sejam apanhados por alguma horda de zumbis, feridos por eles e acabar se tornando mortos-vivos como eles. Assim também podemos olhar para a nossa caminhada cristã: estamos rodeados de pessoas existindo sem a vida que vem de Deus, e que eventualmente oferecerão coisas que não devemos fazer, por serem desagradáveis a Deus. Nunca podemos esquecer, porém, que nosso verdadeiro adversário não são as pessoas, mas sim o diabo, que as tem como escravas e milita dia e noite contra nós. É necessário, pois, que vigiemos e resistamos firmes, na obediência ao Senhor, sabendo que os Vivos ao redor do mundo também passam pelas mesmas aflições e tentações.

 

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;

Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.”

I Pedro 5.8,9

 

"Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós."
Tiago 4:7

 

Cuidado com as aparências…

 

           Na série, há alguns enganos que os sobreviventes cometem, e que, por vezes, custa-lhes a vida. Um engano que eventualmente os menos experientes cometem, e que pode custá-los a vida, é ver de longe um morto-vivo, achar que é um sobrevivente perdido, e se aproximar demais para ajudá-lo. Tanto na série quanto na vida cristã, deve-se tomar cuidado com as aparências. Como dizem as Escrituras:

 

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.”
Mateus 7:15

 

            Não digo isso para os que vão ajudar alguém que esteja com problemas, levando uma Palavra ou exortação. Digo isso para que tenhamos cuidado com nosssas companhias, com quem nos aproximamos demais num relacionamento. Nossos relacionamentos mais próximos devem ser com pessoas que não só parecem vivas, mas mostram realmente ter a Vida de Deus. Um Vivo, que tem o Espírito Santo, deve ter todo o discernimento para perceber quando está lidando com outro Vivo ou quando aquilo é só de aparência. Em nossos tempos, é muito fácil encontrar pessoas dentro das igrejas, e muitos pregadores, que até parecem irmãos em Cristo e que, até certo ponto, falam e agem como tal, mas quando se conhece mais profundamente, percebe-se que na verdade são lobos enganadores, ou pessoas que acham que são ovelhas, mas ainda não se converteram realmente, ainda vivendo longe do Senhor. Com esses, sim, devemos ter cuidado.

 

"Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais." I Coríntios 5:11

 

Cuidado com as futilidades...

 

         Outro erro que os sobreviventes são sujeitos a cair, na série, é quando vão coletar suprimentos em algum mercado. Devido aos perigos que os rondam, eles não podem perder muito tempo pegando coisas desnecessárias para levar, pois a qualquer momento podem aparecer os “mordedores”, e aí eles terão problemas. Na caminhada cristã, também somos instruídos a tomar cuidado com as coisas vãs desse mundo. Há muitas coisas que atraem a nossa vista, muitos desejos que surgem como irresistíveis para a nossa carne, às vezes até disfarçados de desejos espirituais.

 

“Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.
O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.”
1 João 2:16,17

 

             Precisamos de discernimento e sabedoria espirituais, vindos do relacionamento com Deus e Sua Palavra, para saber realmente o que é importante ou não; com o que gastar tempo e o que é só desperdício. O que escolher a vontade de Deus permanecerá para sempre, mas o que for atrás das coisas que atraem a sua carne corre o risco de não conseguir mais voltar em segurança, quando perceber que aquela foi a decisão errada. Lembrando que nem todas as coisas não essenciais são essencialmente erradas; mas serão erradas sempre que, de alguma forma (por mais disfarçada que seja), substituírem ou tiverem prioridade sobre aquilo que é realmente importante e essencial para a vida com Deus.

 

Sobre a Cura…

 

Na série, ainda na primeira temporada, os sobreviventes conhecem alguém que estava pesquisando uma cura para o vírus. Porém, a cura não deu certo, e o laboratório foi destruído. Não havia cura para o vírus. Quando pensamos no Pecado, por outro lado, apesar de ser uma doença letal, que matou toda a raça humana e a levou a um estado totalmente corrompido de vida, ainda há esperança: Deus providenciou a cura por meio do sacrifício de Jesus Cristo. Nós que estamos vivos devemos nossa vida a Ele, que nos salvou; e para os que ainda encontram-se mortos, nós podemos anunciar: há uma cura, o Deus dos Céus providenciou uma salvação a todos, o nome dEle é Jesus Cristo! Arrependam-se de seus pecados e creiam nEle!

 

“Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.” I Coríntios 15:22

 ----

 

Diante de tudo isso, tantas dificuldades na nossa vida cristã, tantas armadilhas e ciladas para nos fazer cair, devemos ter sempre em mente que o Senhor está conosco, e em nossa fraqueza e engano, Ele é poderoso para nos manter firmes até o fim, para que sejamos irreprensíveis no grande dia do nosso Senhor Jesus (I Co. 1.8), lembrando também de levar aos que estão sucumbindo pelo vírus do pecado a Cura, a Vida que morreu nossa morte para nos fazer Viver com Ele Eternamente!

 

“Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.”

Salmos 34.19

 

---

Por Alan Keuce

"Seja alguém de quem o mundo não é digno" (paráfrase Hb.11.38)

 

Inefável¹: Que não se pode exprimir por palavras (ex.: prazer inefável). = INDESCRITÍVEL, INDIZÍVEL"inefável", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/inef%C3%A1vel [consultado em 10-02-2016].

 

Retificação a posteriori (12/02/2016):

 

quase que a totalidade da população² Foi-me informado, após a publicação deste texto, que, na história de The Walking Dead, todas as personagens da série estão infectados, mesmo os sobreviventes, diferente do que foi dito acima. A lógica do vírus é um pouco diferente de outros apocalipses zumbis, mas há uma explicação interessante aqui: http://www.thewalkingdead.com.br/the-walking-dead-virus-mais-sentido-como-veneno/

Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now