O que Importa

Iai, galera, a Paz.

Aqui temos o primeiro post da categoria “Digressões”! Ela existe para que as ideias possam fluir livremente, seja poesia, prosa, do jeito que vier a mente; a isso costumo chamar "Digressões". Abaixo da digressão, haverá sempre algumas considerações sobre ela. Lembrando que essa sessão, em geral, irá refletir sentimentos e pensamentos particulares ao autor, e não tem intenção de estabelecer algo como certo ou errado.

Então, fiz essa digressão abaixo no dia 26/08/2015. Espero que faça algum sentido. :)

O que Importa

O que Importa?

Nada disso importa

Isso não, nem aquilo, nem aquele outro

Só O que Importa é o que eu não tenho

Será que não tenho

Não sinto que tenho

Mas está lá

A cada dia, me lembra da ausência aquela presença que me falta

Mas se está lá, como se faz sentir sua não-presença?

Mas eu não sou um

Eu sou mais que um, mas não chego a ser nem dois

Sou muitos em um só

Não sei como isso acontece, só sei que é assim

E eu vejo cada um, ou não vejo, mas sei que estão lá, ou melhor, aqui

Mas mesmo aqui, ainda é difícil saber o que é cada um

Nenhum dos muitos encontra O que Importa

Opa, um encontrou

Mas onde está este que encontrou O que Importa?

Ele sumiu, está desaparecido

Onde estás? Quero o que tens, O que Importa

Sem O que Importa, nada importa

Tenho muitas coisas, mas nenhuma preenche o que é preenchido pelO que Importa

São muitas coisas, mas são o mesmo que nada

Me mostre o que tens, revele-se a mim, aos muitos que sou.

Meu eu, tome conta, pois tens O que Importa, e isso basta a todos nós.

Encontra-me, pois não consigo alcançar-te onde estás.

Venha, por favor, pois pereço sem O que Importa

A existência não é nada, tudo é nada, nada é nada.

Mas há um algo que é tudo, e isso é O que Importa.

Que O que Importa preencha tudo, e que não haja algo em meus eus que não importe. Que a todos os eus seja apresentado O que Importa, pois aí haverá Paz. O que Importa saciará a todos nós, e transbordará. Muitas vozes, muitos gemidos, muitas dores, muitos desejos. Ó escolhido, tu deves guiar a todos em ti. Tu que encontrastes O que Importa, supera a tudo, fala mais alto, mas ainda manso, cuida de todos, e não deixa nenhum sequer de lado, nenhum sem ser curado. O que Importa, olhe para O que Importa.

----------

Quando escrevi essa digressão, não estava me sentindo muito bem. As pessoas mais próximas a mim sabem o quanto eu penso no sentido da vida, e como às vezes a gente só olha pra as coisas que enchem a nossa vida e elas parecem simplesmente não ter uma razão para estarem ali, são vazias... Mas no meio desses pensamentos, lembrei (na verdade, fui lembrado) que há Algo que Importa, algo que consegue preencher as coisas de sentido, e isso gritava dentro de mim... E enquanto uma parte de mim deseja se gastar nas coisas vãs dessa terra, alguém dentro de mim já encontrou o verdadeiro sentido da vida, e apesar de todas as vozes, de todos os desejos, é a esse que devo dar ouvidos: àquele que aponta para uma vida com Cristo!

"E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para

aquele que por eles morreu e ressuscitou." 2 Coríntios 5.15

"Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo.

Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza

do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas.

Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo." Filipenses 3.7,8

---

Por Alan Keuce

"Seja alguém de quem o mundo não é digno" (paráfrase Hb.11.38)


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now